O Carnaval de Belo Horizonte surgiu durante a sua construção. Em 1897, alguns meses antes da inauguração da cidade, os operários que trabalhavam nas obras desfilaram fantasiados em carros pela região da Praça da Liberdade.

No final da década de 1940, iniciaram-se as batalhas de confetes e os bailes populares. É dessa época o surgimento dos blocos caricatos e, logo depois, das escolas de samba.

O primeiro desfile foi realizado na Avenida Afonso Pena, local usado até 1990, quando a Prefeitura passou a promover somente bailes populares de Carnaval.

A partir de 2010, um movimento popular começou a revitalizar os blocos de rua da cidade e, desde então, a cada ano o carnaval amplia o seu volume de foliões em todas as regiões da cidade.

Em 2017, o carnaval recebeu mais de 3 milhões de pessoas e a expectativa para este ano é de que esse volume aumente em 20%. Ao todo, serão 550 desfiles de blocos ao longo dos cinco dias de festa.

Além disso, em 2018 nove palcos oficiais receberão programação de artistas locais e regionais, incremento a estrutura dos desfiles de escolas de samba e blocos de rua.

Fonte: http://www.carnavaldebelohorizonte.com.br/historia/